Blogar é difícil…

06 abril, 2007

Estou a umas duas semanas sem postar e as poucas pessoas que assinaram o blog devem ter se decepcionado. Eu fiz este blog como um meio de experimentar conteúdos. Queria ver que tipo de assunto eu conseguiria escrever melhor. Percebi que dicas de serviços gratuitos atraem bastante visitas eventuais. O problema é que estar todo dia encontrando uma coisa pra publicar é difícil. Exige tempo e disposição.

Por isso, vou deixar os posts que estão aí, e talvez adicione alguma coisa ou outra esporadicamente. Queria ter mais tempo pra estar sempre trazendo um conteúdo novo pra cá. Talvez alguma super-idéia me inspire e me faça voltar a escrever. Mas vamos esperar. As definições vêm com o tempo.


Dream Theater muda de gravadora pra lançar novo álbum

21 março, 2007

 

dream theater

Pessoal, ainda estou experimentando este blog com vários tipos de conteúdo. Ainda não sei se restrinjo a quantidade de assuntos ou falo de tudo o que me interessa. Mas por enquanto vou tentando várias abordagens.

Provavelmente vocês não conhecem a banda americana Dream Theater. É uma banda de Metal progressivo, pioneira no gênero. O som é uma mistura de Metallica com bandas de Rock progressivo, como Rush e Emerson, Lake & Palmer, mas é claro, com um toque criativo característico. Pra quem gosta de qualquer tipo de Rock, é uma boa conhecer.

Estou falando deles porque recentemente a banda encerrou o contrato com a Warner Music e mudou para uma nova gravadora, a Roadrunner Records. Depois do excelente trabalho Octavarium,  os fãs estão ansiosos pelo próximo álbum, já que a mudança de gravadora pode trazer “novos ares” ao som da banda. O nome do novo álbum já foi divulgado, Systematic Chaos, juntamente com a lista de faixas. Agora é torcer pra que a banda continue sendo tão criativa como sempre foi. Será que vão começar um novo ciclo musical, como foi dito nas entrelinhas do Octavarium?

Se quer conhecer a banda, ouça primeiro os álbuns Images And Words e Awake, que vão te dar uma boa idéia da proposta da banda.


Dicionários de inglês online e grátis

18 março, 2007

Se você costuma ler textos em inglês constantemente quando está navegando, deve se deparar com várias palavrinhas desconhecidas no meio dos textos. De repente você quer saber o significado, mas está tão absorvido na leitura que acaba deixando pra depois, e no final das contas nem olha nada. Aqui vai uma dica que vai facilitar a sua leitura e aprendizagem de inglês.

Os que estudam inglês há algum tempo devem conhecer o excelente Oxford Advanced Learner’s Dictionary (OALD), e similares. Esses dicionários não trazem traduções, eles explicam o conceito da palavra em inglês mesmo, mas de uma forma bem simples para que um estudante entenda. É indicado para pessoas que já tem um bom conhecimento da língua e estão precisando expandir o vocabulário. Você pode comprar um dicionário desses, aliás deve, mas é muito mais cômodo enquanto estiver navegando usar a versão online, que é completa. Confira os links:

Oxford Advanced Learner’s Dictionary

Esse é o mais antigo e mais usado dicionário de inglês avançado para estudantes. A página de busca permite consulta a todos os verbetes e apresenta uma ótima qualidade tipográfica, quase igual à do dicionário impresso.

Cambridge Advanced Learner’s Dictionary

O Cambridge veio logo depois do Oxford. O site é mais completo, permite buscas não só no dicionário CALD, mas também no American English, Idioms (gírias), Phrasal verbs, Francês-Inglês e Espanhol-Inglês. No entanto a apresentação dos verbetes é inferior ao Oxford em termos visuais.

Longman Dictionary of Contemporary English

O Longman está com um visual mais moderno, estilo Web 2.0. Ele tem o probleminha de não consultar as variações do verbo, os phrasal verbs, como os outros. Pra consultar um phrasal verb você tem que buscar pelo verbo puro (ex.: pra saber o que é look up você teria que buscar por look). A vantagem do Longman é que tem como ouvir pronúncias de muitos verbetes (infelizmente este recurso não funcionou no meu Firefox rodando em Linux :( ).

Além desses, também há o The Free Dictionary (com pronúncias que funcionam!) e o Dicts.info que não têm a mesma qualidade dos já descritos. Apesar disso o Dicts.info tem muitas línguas disponíveis além do inglês.

Para finalizar, uma dica que vai facilitar a vida de quem utiliza o Firefox. Instalando a extensão Dictionary Search você vai poder olhar uma palavra em qualquer dicionário online apenas selecionando e clicando com o botão direito nela. Isso sim é uma mão na roda! Você nem precisa interromper a leitura, vai marcando as palavras e abrindo os verbetes em abas pra olhar depois.

Boa aprendizagem!


Nova droga poderia apagar memória específica

17 março, 2007

brilho eterno Já viram o filme Brilho Eterno de uma Mente sem Lembrança? Lembram de como os protagonistas apagaram suas memórias? Ficou imaginando como seria se fôsse verdade? Pois é, segundo um estudo publicado na Nature esta semana uma nova droga testada teve sucesso em apagar memórias específicas de ratos, ou seja, não provocando amnésia, apenas apagando uma memória desejada.

A droga ainda não é aprovada para uso humano. No entanto o estudo é bastante promissor, e psiquiatras já estão de olho no tratamento com a nova droga, que auxiliaria pacientes com síndrome de estresse pós-traumático. A droga parece atuar sobre a amígdala, uma parte do cérebro essencial à fixação das memórias, diminuindo a atividade dos neurônios nesta parte do órgão.

Já imaginou? Passou por uma experiência ruim, que tal apagá-la da sua mente? Ao invés de ficar com medo de sair na rua depois de um assalto, vai no consultório, faz um tratamento rápido, e continue sendo feliz. Os doutores só tem que tomar cuidado pro paciente não sair sem pagar e falar que não se lembra de nada. ;)


Comprar pela Internet ainda não é uma maravilha

16 março, 2007

Recentemente precisei comprar um livro. Com preguiça de ligar para várias livrarias e sair na rua pra comprar, resolvi comprar pela Internet, o que já é até um hábito pra mim. Olhei algumas lojas virtuais. Havia uma variação de preço significativa entre elas, algo em torno de 20% do valor do produto. O Submarino tinha o menor preço, então já ia fechando a compra, quando olhei o estranho valor do frete: R$ 14,00. Não sei porque o sistema do Submarino considera a minha cidade (Vila Velha) como interior do estado, sendo que ela é vizinha à capital Vitória. Os Correios não fazem essa distinção, e consideram Vila Velha como parte da região metropolitana da capital, e por isso o valor de encomendas pras duas cidades é sempre o mesmo. Fechei a compra assim mesmo, mas acabei ligando pra lá achando que eles poderiam resolver o problema. Ledo engano… “Senhor, é uma definição da empresa, não podemos fazer nada”. “Ah é? Então por favor cancele o pedido.” Vai roubar a sua mãe Submarino! O que adianta o preço ser o mais baixo se o frete é o mais caro?

Pesquisei mais um pouco e encontrei na Fnac um preço razoável e um frete sensato: R$ 6,00. Mas ainda não foi minha felicidade! Os rapidíssimos profissionais da referida empresa demoraram mais de um dia inteiro pra entrar com a compra no cartão de crédito, e eu achando que já tava passado, emprestei o cartão pra minha mãe comprar. Eis que chega um e-mail: “Senhor Philipi, não pudemos concluir sua compra”. O limite tinha estourado com a compra da minha mãe! Ahrg! Que lerdeza!

Então, já tava quase desistindo e indo comprar na rua mesmo, quando vi que na Livraria Cultura tinha o mesmo preço e frete da Fnac. Dei mais uma chance ao comércio eletrônico e comprei através de boleto bancário pagando no mesmo dia. Detalhe: eu paguei na segunda-feira, e os camaradas só enviaram o livro na sexta! Caramba, vai ser lerdo assim na ***. A gente compra pela Internet por comodidade, pra ganhar tempo, evitar de sair na rua, e também pra encontrar menores preços. Mas quando o negócio é urgente, desista. Pague mais caro e compre na rua mesmo, porque o comércio eletrônico no Brasil, mesmo de empresas grandes, ainda é lerdo e problemático. Parece que pra eles não faz diferença quando o produto vai chegar. Você paga adiantado achando que assim eles iriam agilizar a entrega, mas nem assim! Alôu empresas de e-commerce: tá na hora de crescer, né?


Começando…

15 março, 2007

Aqui começa o Mochila 21. É um blog onde pretendo escrever um pouco de vários assuntos que me interessam, como música, cinema, internet, e também pra alfinetar a sociedade em geral.

Só pra constar, uma pequena apresentação:

Meu nome é Philipi, tenho vinte e poucos anos, sou curioso ao extremo, gosto de ficção científica e rock progressivo. Gosto de ler e de aprender outras línguas. Sou muito interessado em cultura de outros países, queria conhecer muitos lugares ao redor do globo. Gosto também de informática (estou estudando pra trabalhar na área).

E pra dizer alguma coisa a mais, hoje um sujeito me mandou um recado no orkut:

Oi, te encontrei na comunidade tal, estou fazendo um trabalho pro meu curso. Você tem algum material que possa me mandar sobre o assunto?

Não que ele tenha sido mal-educado, mas é muita preguiça do cara querer um trabalho prontinho pra imprimir. Ele saiu pedindo pra todo mundo na comunidade do orkut relacionada ao assunto. Calma aí, existe o Google pra isso né?! Se quando eu fiz faculdade eu tive que pesquisar tanto, gastar horas redigindo e acertando, porque teria que dar material de graça pro camarada? Não resisti, e mandei o endereço desse site pra ele. Ele vai ficar pau da vida (isto é, se ele entender o que tá escrito lá). Talvez ele aprenda a lição. :P


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.